Reflexão

Sempre tentei manter uma ideologia de vida que seguisse meus desejos e prazeres. A vida toda pratiquei esportes! Todas as minhas decisões foram tomadas com um olhar na pratica do esporte, seja para um destino, seja para uma agenda de compromissos. Era, e é o que me faz feliz. É o meu momento, seja em cima de uma prancha de surf, sk8, na mar, no campo, no ar. Aquele é meu momento e ninguém pode tirar isso! Cansei de perder “super festas”, ou grandes eventos, ou até mesmo uma mulher, por um dia de surf. E vou continuar perdendo. Sou assim! Quem surfa sabe do que estou falando. Gosto muito da frase.

NADA QUE UM BOM DIA DE SURF NÃO CURE!

Muitos passam a vida tentando descobrir o que te faz feliz. Eu sempre soube! O mar me faz feliz, posso morrer sozinho, mas se eu tiver o mar pra me banhar, morrerei feliz.

Claro que existem outras formas de te trazer felicidade, a família, um filho, amigos, porém são alegrias diferentes, que tem suas características peculiares, pois podem mudar de uma hora pra outra.

Essa alegria que me refiro, é algo mais egoísta. Íntimo. Particular. Ninguém muda. Nada muda!

Entenda quem quiser, concorde quem quiser, me acompanhe quem quiser. Sou assim e vou morrer assim, como eu quiser!

Faça o mesmo se puder!

d86c941a22a2905fa72c7588fe6880f4